Os dez livros que TODOS devem ler

Lista feita a partir de uma proposta nas redes sociais

Não são exatamente meus favoritos, porque não é o propósito da lista, e creio que ainda precisamos desenvolver nosso Pequeno Cânone de Obras para Apaixonarem os Jovens pela Leitura. Bem, o que todos devemos ler? Comece pelo Eclesiastes (1) e pelo ensaio Sobre como filosofar é aprender a morrer, de Montaigne (2), e descubra o que vai lhe acontecer uma dia, sem necessariamente se desesperar. Depois entenda sobre ciência e artes com os livros mais acessíveis, Uma breve história de quase tudo, de Bill Bryson (3) e História da Arte, de Gombrich (4). A base da literatura é Homero, de quem indico A Odisseia (5), que requer A Ilíada como leitura anterior. Apesar de gostar mais de Macbeth, uma peça ainda mais essencial de Shakespeare é Hamlet (6), escritor que realmente interessa a qualquer pessoa. O melhor romance de todos os tempos é Em busca do tempo perdido, de Proust (7), magnífico mosaico da belle epoque que resume e continua a história da civilização. O melhor romance brasileiro é Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa (8), uma travessia pela nossa alma, e nosso livro mais profundo e bem escrito creio ser Os Sertões, de Euclides da Cunha (9), que todos dizem ler sem ter lido. Mas de nada adianta tentar ler esses livros se você não for capaz de degustar algo como Os Três Mosqueteiros ou O Conde de Monte Cristo, de Dumas (10), substâncias altamente viciantes.

Outras listas:
Vinte livros de ensaios imperdíveis
Off-10 – os livros desconhecidos que eu mais gosto

Anúncios

6 pensamentos sobre “Os dez livros que TODOS devem ler

  1. Lista bem interessante, eu creio que os únicos que eu não li foram “breve história de quase tudo”, “história da arte” e “o conde de Monte Cristo”, só uma ressalva o “grande sertão:veredas”(isso é só minha opinião) é o maior livro da nossa língua, lógico que é só minha opinião, o Charlles provavelmente colocaria algum do Saramago, o único livro que tem a mesma ambição ao “Grande Sertão’ é “os Lusíadas”.

  2. Mas eu me refiro mais a ficção mesmo, o livro do João Ubaldo eu ainda não li, mas não duvido pois já li “sorriso do lagarto”, “vencecavalo e outro povo” e “sargento Getúlio”, um que também é excepcional é a “pedra do reino” do Ariano eu já li e é um dos livros mais engraçados que eu já li, uma pena que ele nunca terminou o projeto da trilogia na qual esse livro estava inserido.

  3. Pingback: Sobre a escrita | Paulo Raviere

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s