Cotidianas (II)

Para não se perder nesse buraco negro do insight que é o Facebook, volta e meia reúno aqui as Contradições Cotidianas que posto lá. (Procurem as outras: a I, a II e a III). Ano passado, dado o contexto, rebatizei a série por “Cotidianas”.

*

JK Rowling diz que Voldemort é de direita. Brasileiros retrucam: “mas que diabos Rowling entende de Harry Potter?!”.

*

Teoria da conspiração: Após a peixeirada no bucho, JB descobriu que o general pretendia dar cabo dele e botar a culpa no PT. Então tentou entregar a campanha para salvar a vida. Primeiro correu dos debates, de qualquer conversa com os candidatos na TV; porém, para a sua surpresa, aumentou os seus votos. Depois pagou uns neonazistas pra cometer uns crimes em seu nome e acabar de vez com a piada de que o nazismo é de esquerda. Mais votos. Contratou artistas e intelectuais do mundo inteiro para esculhambar com ele. Votos. Tirou umas fotos com gays, negros, nordestinos, pra ver se perdia os votos dos extremistas. Ainda mais votos. Por fim partiu pro tudo ou nada, vazou a informação do caixa 2 e admitiu publicamente. Eleito!

*

Tanto podre surgindo duma empresa chamada “Livraria Cultura”, que não quero nem imaginar o que se passa na Havan.

*

Faz uns meses que tou sem app do face no celular e só entro pelo PC. Aí entro e de cara me bato com uma postagem massa de uma menina tão massa que converso até sobre signos e novelas mexicanas com ela, mas como ela postou faz cinco minutos, decido esperar uma meia hora antes de curtir pra ela não pensar que sou um stalker. Então saio de casa e entro nessa vertigem posicional paroxística benigna que é o fim de semana paulistano, e quatro dias depois (fds de frila, vá) vejo que ainda não curti a postagem massa da menina tão massa e que se eu curtir quatro dias e cinco minutos depois, ela vai pensar que sou um stalker.

*

Exame: “O amadorismo do governo está surpreendendo todos. O mercado está alarmado desde quinta-feira e em compasso de espera. O investidor está pronto para tirar dinheiro do país.” – “Todos” é muita gente. Eu conheço uma galera que não esperava outra coisa dos patetas/bandidos lá. Estão fazendo exatamente o que prometeram e #euavisei.

*

Véspera do aniversário de quatro anos de MF. Dei carta branca pra ela numa loja de brinquedos, já pensando na facada que iria tomar (vocês já compraram brinquedos? Eu temia uma facada de verdade, não uma como aquela do presidente). Ela me disse que já sabia o que queria, mas era segredo. Tremi nas bases, mas trato é trato; eu estava disposto a adiar minha próxima HQ do Pipoca e Nanquim para cumpri-lo. Chegando lá, acabou pegando um troço de maquiagem, um pirulitão rosa, nem era caro. Passou o dia repetindo que o presente era perfeito. MF adora rosa. Eu não gosto muito. Nem de azul. Sempre gostei de vermelho. AJ detesta rosa, mas bebeu o suco de laranja do copo rosa de MF: o marketing batendo na ideologia – o suco de laranja batendo no marketing. Essa questão das cores é inócua, cada um usa o que quer e foda-se. A meu ver, isso é firehosing – em minha timeline não vi ninguém falando de um possível impeachment de Trump.

*

Padre Antônio Vieira: “Os homens não amam aquilo que cuidam que amam. Por quê? Ou porque o que amam não é o que cuidam; ou porque amam o que verdadeiramente não há. Quem estima vidros, cuidando que são diamantes, diamantes estima e não vidros; quem ama defeitos, cuidando que são perfeições, perfeições ama, e não defeitos. Cuidais que amais diamantes de firmeza, e amais vidros de fragilidade: cuidais que amais perfeições Angélicas, e amais imperfeições humanas. Logo os homens não amam o que cuidam que amam.”

Parafraseando (deturpando mesmo) o Padre: “Quem estima bandidos, cuidando que são vigilantes, vigilantes estima e não bandidos”, só assim pra acreditar que essa galerinha aí realmente não tem bandido de estimação. Afinal, não estaria o Padre Vieira falando exatamente dos Minions?

*

No panteão das versões nacionais, “juntos e shallow now” faz par com “gatinha, cê gosta mais de red label ou ice?” (“my dream is to fly over the rainbow so high”).

*

Se eu fosse Amoedo, pedia logo uma recontagem dos votos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s